Posto de Atendimento e Informação do Fai Chi Kei entra em funcionamento

   
Data de Publicação: 28/12/2016

      Norteado pelo conceito de “melhor servir a população”, o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) tem-se empenhando no aperfeiçoamento da rede dos serviços comunitários, através da criação de postos de atendimento e informação que têm por objectivo receber e tratar, de forma centralizada, as várias solicitações por parte do público, resolvendo, directa e eficazmente, assuntos relacionados com a vida da população. Para além do Posto de Atendimento e Informação Central, do Posto de Atendimento e Informação de Toi San e do Posto de Atendimento e Informação de S. Lourenço, entrou em funcionamento, no dia 28 de Dezembro, o Posto de Atendimento e Informação do Fai Chi Kei, instalação que fornece serviços de conveniência aos habitantes desta zona.   

Localizado no rés-do-chão do Edifício “Fai Tat Lao” da Habitação Social do Fai Chi Kei, Bloco 2, Lojas G e H, na Rua Nova do Patane, o Posto de Atendimento e Informação do Fai Chi Kei funciona de 2ª a 6ª Feira, das 09h00 às 18h00, sem interrupção à hora de almoço, e encontra-se encerrado aos sábados, domingos e feriados. Com a entrada em funcionamento desta instalação, os quatro Postos de Atendimento e Informação do IACM passam a disponibilizar uma vasta gama de serviços à população, desde recepção e tratamento de opiniões relacionados com assuntos cívicos a inscrição, cobrança de taxas, prestação de informações, marcações prévias e distribuição de formulários, panfletos e materiais de publicidade.

Com o propósito de promover a participação activa da população em assuntos públicos, o pessoal do Posto de Atendimento e Informação procede, caso seja necessário e juntamente com as associações de moradores e a população, à fiscalização das instalações municipais e dos pontos da cidade mais atingidos por questões de salubridade pública. Para além desta tarefa, realiza também, por iniciativa própria, visitas mensais aos bairros, às associações e à população, a fim de prestar apoio aos serviços do IACM no estabelecimento de trabalhos relacionados com a vida da população, transformando-se, desta forma, numa ponte de ligação entre o IACM e as respectivas entidades.

Com o intuito de acompanhar o desenvolvimento célere da sociedade, o IACM nunca descura o reforço dos respectivos equipamentos e a formação profissional do seu pessoal. A título de exemplo, este Instituto introduziu, no ano de 2003, a “Linha do Cidadão 2833 7676”, obteve a certificação de qualidade internacional ISO para o “Sistema de Gestão de Queixas” e introduziu a Carta de Qualidade para tratamento de queixas apresentadas por telefone ou pessoalmente, comprometendo-se a responder sobre o andamento do processo de tratamento de casos ou os seus resultados no prazo de 15 dias úteis. A par disso, para auscultar amplamente a opinião pública, para além das várias iniciativas mensais do Conselho de Administração, como a “Sessão Aberta”, o “Colóquio Comunitário do IACM” e a “Linha Aberta do Conselho de Administração”, este Instituto criou, exclusivamente para recolha de sugestões sobre assuntos de Segurança Alimentar, a “Linha aberta de Segurança Alimentar 2833 8181”.

Olhando para o futuro, o IACM irá continuar a responder às expectativas da população, tendo em consideração os princípios de integridade, acessibilidade, comunicabilidade e melhoria contínua, empenhando-se em fazer um bom trabalho para melhor servir a população, procurando edificar, de mãos dadas com os cidadãos, um lar belo e ideal para todos.