IACM lança novas medidas para importação de carne do Brasil

Data de Publicação: 29/03/2017

O Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) irá ajustar os procedimentos de importação de carne brasileira. O Instituto irá aceitar pedidos de importação de fornecedores que não figurem na lista de empresas sob investigação do Governo do Brasil e que se encontrem em conformidade com os requisitos de segurança alimentar e inspecção sanitária.

Este Instituto tem mantido um contacto estreito com as autoridades brasileiras. De acordo com as informações fornecidas pelas mesmas autoridades, existem 21 empresas envolvidas no caso suspeito, bem como fiscais de inspecção sanitária. Por este motivo, Macau irá continuar a suspender os pedidos de importação de carne originária das 21 empresas suspeitas e de produtos alimentares cujo certificado sanitário foi autorizado pelos fiscais envolvidos no caso.

O IACM vai continuar a reforçar a inspecção sanitária aquando da importação de carne proveniente do Brasil e, caso se registe alguma situação suspeita, irá tomar medidas imediatas para reter os produtos e não permitir a sua importação, para salvaguardar a segurança alimentar dos consumidores.