IACM declara dois lotes de sumo impróprios para consumo

  
Data de Publicação: 03/07/2017

O Centro de Segurança Alimentar do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) detectou um lote de sumo concentrado de crisântemo com mel e um lote de sumo concentrado de agrião com mel, de fabrico local, que continham um nível excessivo de ácido benzóico. O IACM já informou o seu fabricante e fornecedores para interromperem as vendas e iniciou a retirada dos produtos afectados, alertando o público para que não consuma estes dois produtos e o sector alimentar para não os comercializar.

Os dois produtos em causa têm as designações comerciais de “KOK FA MAT (marca registada KAM IENG)” (sumo de crisântemo com mel) e “SAI YUNG CHOI MAT (marca registada KAM IENG)” (sumo de agrião com mel) e são fabricados por “Iao Seng Choi Mat Chong” (Fábrica de Sumo de Agrião com Mel Iao Seng e o seu agente: “Café Iao Seng, Lda.”). Após os resultados das análises, verificou-se que os níveis de ácido benzóico detectados nas amostras foram, respectivamente, de 734 ppm e 673 ppm, acima do limite legal. Tratam-se de bebidas pré-embaladas, em garrafas de 640 ml, indicando, respectivamente, prazos de validade até 21 de Maio e até 24 de Abril de 2018.

O IACM já informou as lojas visadas para interromperem a venda dos lotes de produtos afectados e solicitou ao fabricante que melhorasse o processo de produção alimentar, para garantir que os níveis de ácido benzóico se mantenham no limite de referência (600 ppm). O Instituto também informou os fornecedores e retalhistas para interromperem a venda dos produtos afectados. Em relação aos consumidores que compraram esses produtos, o IACM aconselha-os a não os consumirem.

O ácido benzóico é um conservante amplamente utilizado em alimentos e bebidas e, em doses normais (legais), não causa efeitos adversos para a saúde dos consumidores. Para garantir a segurança alimentar e a saúde de consumidores, o sector comercial deve adquirir os produtos na origem de fornecedores de confiança e o fabricante tem de usar os aditivos alimentares adequadamente.

O Centro de Segurança Alimentar compilou uma série de orientações sobre a segurança e higiene alimentares. Estas orientações explicam práticas de higiene a aplicar nas diferentes fases de produção de alimentos, como o armazenamento, o manuseio e a distribuição. Os operadores da indústria alimentar e os cidadãos podem aceder a estas orientações através da página electrónica da Informação sobre Segurança Alimentar (www.foodsafety.gov.mo).